OURINVEST
PREVIDÊNCIA
AGENDA CULTURAL
DICAS DE SAUDE
INFORMATIVOS
FAMA SEGUROS
CONVÊNIOS
TURISMO SOCIAL
REDES SOCIAIS
COTAÇÕES
NOTÍCIAS

BAIXA PARTICIPAÇÃO NAS ELEIÇÕES

Quarta-feira, 19/09/2018 - 20:36


Nas datas de 24, 25 e 26 de julho de 2018 a Fundação CESP realizou eleições para indicação de empregados ativos e assistidos para os seus Conselhos Deliberativo e Fiscal.

DOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL DA FUNDAÇÃO CESP

Nas datas de 24, 25 e 26 de julho de 2018 a Fundação CESP realizou eleições para indicação de empregados ativos e assistidos para os seus Conselhos Deliberativo e Fiscal.

Considerando a relevância do evento, o fato essencial que chamou a atenção foi a baixíssima quantidade de votos em relação ao número total de participantes, conforme o observado no quadro abaixo:

Participantes

Eleitorado Alvo

Votantes

% de Votos

Ativos

16.878

1.473

8,73%

Assistidos

31.327

3.518

11,23%

Lei 4819

4.983

512

10,27%

Esse comportamento eleitoral é típico do alheamento dos antigos funcionários das empresas energéticas que nunca precisaram se preocupar com o seu futuro previdenciário, pois as suas respectivas empresas, tudo provinham. Éramos uma profissional família energética, de saudosas recordações.

Os tempos mudaram e atualmente aquelas empresas energéticas são apenas um quadro na parede da memória dos seus funcionários. Ter saudade é bom, mas esta especialmente é dolorida.

No atual cenário, a Fundação CESP, nosso porto seguro, não está tão seguro assim. Está sujeita aos instáveis comportamentos macroeconômicos e as inúmeras inseguranças jurídicas que impactam diretamente nos nossos direitos adquiridos e nos nossos planos previdenciários.

Com esses fatos, o Instituto ADECON tem ficado cada vez mais atento e participativo junto a Fundação CESP, pois a maioria de seus associados está em uma faixa etária avançada e que, havendo um pequeno solavanco no Plano de Saúde ou na situação financeira dos Planos Previdenciários, poderá provocar imensuráveis problemas.

Vale lembrar que as empresas energéticas já não estão sobre o controle do Estado, sendo sua maioria privatizada por empresas de origem estrangeira, de países como China, Itália e Colômbia, entre outros, que investem no respectivo setor com o objetivo maior de gerar lucro para seus acionistas.

Devemos estar próximos e acompanhar o desenrolar dos fatos, para aproveitarmos ao máximo esses momentos em que podemos nos fazer representados, sendo mais participativos junto a nossa Fundação CESP.

Dispersos somos mais fracos.

 


<<< VOLTAR

INSTITUTO ADECON

Av. Paulista, 2073 - Horsa I - 21º andar - Conjs. 2119 / 2120
(11) 3285-2887 / 3285-6844 | institutoadecon@institutoadecon.org.br